Conseguir ter o crédito habitação aprovado nem sempre é fácil. Há inúmeros fatores que têm de ser considerados e vários documentos a serem analisados. Assim, neste artigo, o Professor Poupança vai dar-lhe 5 dicas para ter o crédito habitação aprovado.

Quem é que não deseja concretizar o sonho de conquistar a sua independência? É inevitável que, a partir de uma certa altura das nossas vidas, se comece a pensar em comprar casa. Por isso, o Professor Poupança hoje traz-lhe 5 dicas para ter o crédito habitação aprovado, com o intuito de conseguir ter a casa dos seus sonhos.

Antes de mais nada, um conselho

Independentemente das dicas que lhe serão dadas, para encontrar a casa que preenche as suas medidas é sempre recomendado aconselhar-se com um profissional da área.

CONHEÇA AS 5 DICAS PARA TER O SEU CRÉDITO HABITAÇÃO APROVADO

1 – Analise bem a sua vida financeira

1.1 – Atual

Certamente não será que se quiser comprar uma casa convém que tenha as suas finanças orientadas, porque é um dos fatores analisados pela entidade bancária. Aliás, um dos documentos que lhe pode ser pedido pelo banco, antes de o crédito habitação ser aprovado, é o seu extrato bancário. Portanto, é realmente importante que tenha as suas contas controladas e o seu saldo bancário positivo, porque este pode ser um impedimento para ter o crédito habitação aprovado.

1.2 – Passada

Além disto, é muito provável que o banco onde faça o pedido de crédito habitação solicite o seu historial de crédito ao Banco de Portugal. A fim de analisar se cumpriu sempre com os pagamentos dos créditos que pediu. Desse modo, caso não hajam irregularidades no seu histórico está a um passo mais perto de conseguir o crédito habitação aprovado.

2 – Se possível, dê uma entrada

Outros dos fatores que pode influenciar ter o crédito habitação aprovado é a possibilidade de conseguir dar uma boa entrada na compra da casa. Nesse sentido, o LTV (Loan-to-Value, ou seja, o rácio financiamento / garantia nos créditos habitação) desce e a probabilidade de conseguir ter o crédito habitação aprovado aumenta. Visto que, quanto maior for a percentagem de LTV mais difícil é o banco conceder o empréstimo.

2.1 – Outras possibilidades

Se quiser ponderar outras possibilidades de forma a ter 100% financiamento do crédito habitação leia este artigo do Professor Poupança.

3 – Acima de tudo garanta a sua estabilidade

Quando um banco decide ceder um crédito habitação – ou outro crédito – está a correr um risco, pelo que quantas mais garantias de estabilidade conseguir dar à entidade bancária melhor. Assim sendo, é inevitável falarmos de estabilidade profissional.

3.1 – Trabalhadores por conta de outrem

Desta forma, é mais provável um banco aprovar o crédito habitação a alguém que tenha um contrato sem termo, estável e numa empresa sólida no mercado do que a uma pessoa que tenha um contrato de termo definido ou que esteja a estagiar.

3.2 – Trabalhadores por conta própria

Estes devem apresentar entre 3 a 6 meses de contribuições a fim de o banco conseguir analisar qual o valor que auferem mensalmente.

4 – Ter um 2.º titular à proposta de crédito e/ou um fiador é um “plus”

Voltamos à questão de o banco precisar de ter uma garantia de que, ao ceder o crédito habitação, não sairá prejudicado do negócio. Ou seja, o banco precisa de assegurar que, na eventualidade de algum infortúnio acontecer (por exemplo: o indivíduo que pede o empréstimo fica desempregado), o valor mensal continua a ser pago.

É por isso que ter um 2.º titular associado ao pedido de cedência de crédito e/ou um bom fiador é sempre uma mais-valia e pode ser um fator decisivo na hora de conseguir ter o crédito habitação aprovado.

5 – Por último, mas não menos importante, tenha a sua documentação toda preparada

O envio de documentação é um dos primeiros passos a ser dado num processo de pedido de crédito habitação. Dentro dos vários documentos iniciais que tem de apresentar, o Professor Poupança destaca os seguintes: cartão de cidadão, a sua última declaração de IRS, a declaração de vínculo contratual, o mapa de responsabilidades do Banco de Portugal, o último extrato de cada um dos seus cartões de crédito (caso tenha mais que um) e o comprovativo de morada. Ao reunir esta papelada toda está a agilizar o processo bem como a evitar que lhe seja negado o pedido de crédito habitação logo à partida.

Passo a seguir

Agora que já conhece as 5 dicas para ter o crédito habitação aprovado do Professor Poupança está na hora de analisar a sua situação atual e escolher a opção que melhor se adequa a si e à sua família.

Caso queira saber como pode reduzir a sua prestação do crédito habitação. Leia este artigo.