Neste artigo o Professor Poupança vai-lhe dar 9 truques para poupar em seguros. Leia com atenção se precisa de fazer um seguro de automóvel, vida, casa ou de saúde, mas gostaria que isso não afetasse muito o seu orçamento mensal.

Embora existam vários seguros que fazem parte do quotidiano dos portugueses. Os mais comuns são os de: automóvel, vida, casa e ainda o de saúde. No entanto, alguns são obrigatórios – como por exemplo o seguro de vida associado ao crédito de habitação – e outros são facultativos.

Independentemente da sua natureza, ter um seguro é sem dúvida uma mais-valia e uma segurança. No entanto, se estes não forem adequados às suas necessidades podem representar um custo superior àquele que seria justificável ter. Assim sendo, para o/a ajudar a economizar, o Professor Poupança vai-lhe apresentar 9 truques para poupar em seguros.

1 – AVALIE AS SUAS NECESSIDADES

Em primeiro lugar é preciso definir quais são as suas reais necessidades, de forma a não contratar soluções de que não precisa. Que riscos precisa de segurar? O que pretende prevenir? As coberturas contempladas fazem sentido para si e para a sua família? Além disso, reflita sobre estes assuntos e evite coberturas desnecessárias.

2 – CONTRATE APENAS O QUE REALMENTE PRECISA

Em contrapartida, vai sempre haver alguém que o/a vai tentar influenciar a escolher uma apólice maior devido aos inúmeros imprevistos que podem acontecer na sua vida. No entanto, deve manter-se com um pensamento racional e saber acima de tudo o que está realmente a contratar. Portanto, evite pagar por aquilo que não utiliza ou que utiliza pouco. Por exemplo: se só vai ao seu dentista uma ou duas vezes por ano, provavelmente vai pagar menos pelas consultas do que pelo seguro.

3 – FAÇA COMPARAÇÕES E SIMULAÇÕES

Faça-as as vezes que forem necessárias. Porque uma boa pesquisa agora evitará dissabores no futuro. Assim sendo, invista todo o tempo necessário na pesquisa do melhor seguro para si e além disso, faça simulações em diferentes seguradoras. Em seguida, compare-as e escolha aquela que tem as condições mais vantajosas para si.

4 – APROVEITE AS PROMOÇÕES

Quem é que não gosta de uma boa promoção? Geralmente existem descontos bem como ofertas especiais que se podem fazer a um novo cliente. Por isso, se for sócio de algum clube, ou se tiver algum cartão de descontos ou se possuir um bom sistema de segurança na sua casa, pode conseguir reduzir o custo do seu seguro. Verifique com a sua seguradora ou com uma agência de mediação de seguros se existem condições especiais.

5 – OPTE PELAS SEGURADORAS “LOW COST

Existem, de fato, seguradoras com preços muito competitivos. Por norma, são seguradoras com serviços online ou por telefone. Isto é, são empresas com infraestruturas menos dispendiosas que conseguem oferecer aos seus clientes preços mais baixos. Por isso, se gosta de fugir do tradicional este é sem dúvida um bom truque para poupar em seguros.

6 – CONSULTE UM MEDIADOR

Consultar um mediador de seguros também é decerto um dos 9 truques que pode usar para poupar em seguros. Geralmente, um mediador consegue melhores preços em relação ao balcão. Para além disso, conta com um atendimento personalizado de um profissional da área, que o/a pode aconselhar o melhor seguro direcionado às suas necessidades.

7 – EVITE DUPLICAÇÕES

Por vezes, e sem saber, pode estar a pagar por dois seguros diferentes que cobrem o(s) mesmo(s) risco(s), pelo que estará a pagar em duplicado. Preste atenção, leia bem todas as condições de qualquer seguro que pretenda fazer e evite pagar duas vezes a mesma cobertura. E lembre-se de que as indemnizações não são cumulativas.

8 – AGRUPE OS SEUS SEGUROS

Geralmente, as seguradoras oferecem descontos caso compre um pacote de produtos. Consolidar o seu seguro de saúde, casa, vida ou de carro na mesma seguradora pode ser economicamente mais vantajoso do que tê-los em diferentes seguradoras. No entanto, antes de tomar essa decisão, faça bem as contas e se compensar concentre todos os seus seguros numa única seguradora.

9 – ESCOLHA O MELHOR PAGAMENTO

Por fim, pagamento anual, trimestral ou mensal? Eis a questão. Por norma, o pagamento anual acaba por ser mais económico. Apesar de ter de pagar tudo num único momento, pode acabar por lhe compensar. Mais uma vez, faça bem as contas e veja qual é a melhor solução para si. Para além desta questão há ainda o débito direto. Há seguradoras que oferecem condições favoráveis se escolher esta modalidade de pagamento, pelo que informe-se sobre esta possibilidade junto da sua seguradora.

Independentemente do seguro que esteja a fazer, como pôde verificar neste artigo do Professor Poupança, é sempre possível poupar. Basta informar-se, estar atento/a às promoções, comparar e escolher aquela que é a melhor solução para si e para a sua família.