O crédito habitação é algo ao qual muitos portugueses têm de recorrer quando querem comprar casa; e é algo que pode causar algum transtorno no orçamento familiar. Assim, neste artigo do Professor Poupança vamos perceber se compensa transferir o crédito habitação.

Já que o crédito habitação é algo que gera algum desconforto a várias pessoas, pois são muitos os que procuram reduzir esta despesa e que pretendem adquirir uma folga financeira mensal. As soluções passam pela transferência ou pela amortização do crédito.

Antes de mais nada, deve perceber em que realmente consiste a transferência do crédito habitação, como pode proceder nesta situação e em que casos lhe compensa fazer a tal transferência.

O que é a transferência do crédito habitação?

Em suma, a transferência do crédito habitação consiste em transferir o crédito habitação que tem no seu banco atual para outra instituição bancária, que, por norma, lhe apresenta melhores condições de financiamento e permite reduzir as suas despesas mensais.

Leia ainda: 5 dicas para ter o crédito habitação aprovado. 

O que precisa de fazer para transferir o crédito habitação

Reunir inúmeros documentos

De forma a conseguir transferir o seu crédito habitação para outra instituição bancária, deve reunir inúmeros documentos, tais como:

  • O documento de identificação (por exemplo: o cartão de cidadão);
  • O comprovativo de morada e de IBAN;
  • A última declaração de IRS;
  • A nota de liquidação;
  • Os últimos 3 recibos de vencimentos;
  • Os últimos 3 meses de extratos bancários;
  • Uma cópia da escritura da casa;
  • Uma declaração da entidade patronal;
  • E por fim, o Mapa de Responsabilidades de Crédito do Banco de Portugal.

Recorrer a uma instituição intermediária de crédito

Depois de reunir toda esta documentação, o melhor que tem a fazer é recorrer a uma instituição intermediária de crédito e investigar, investigar, investigar. Quanto mais informação conseguir ter do seu lado, melhor informado e capaz estará para tomar uma decisão consciente. É por isso que o Professor Poupança aconselha-o a consultar um especialista da área.

Leia ainda: Taxas de Juro no Crédito Habitação.

O que tenho de considerar antes de transferir o crédito habitação?

Antes de proceder à transferência do seu crédito habitação para outro banco deve ter em conta alguns fatores, tais como:

  1. É o contrato atual que tem com o seu banco (um dos mais importantes), porque pode haver uma penalização e custos associados à transferência do crédito habitação que podem tornar todo o processo desvantajoso;
  2. O outro fator importante que tem de ter em consideração é o enquadramento económico do país no momento em que pretender fazer a transferência. Às vezes, o timing certo é tudo.

Outros fatores importantes que deve ter em conta antes de transferir o crédito habitação para outro banco

  • A taxa de spread do seu banco atual versus a taxa de spread de outros bancos;
  • Os seguros associados ao seu crédito habitação;
  • Os produtos associados ao seu crédito habitação (ex: cartões de crédito, despesas de manutenção, contas-poupança);
  • O custo associado à transferência do crédito habitação, ou seja, a comissão por reembolso antecipado;
  • A valorização/desvalorização do seu imóvel, visto que no momento da transferência do crédito é feita uma nova avaliação da sua habitação;
  • As suas condições pessoais e profissionais.

Leia ainda: Como reduzir a prestação do crédito habitação.

Compensa transferir o crédito habitação?

Eis a questão. Existem inúmeros fatores que tornam vantajoso proceder à transferência do seu crédito habitação para outro banco, tais como:

  • Spreads mais competitivos – existem vários bancos que, hoje em dia, oferecem condições favoráveis para o pedido de crédito habitação. Ter um spread mais baixo significa que paga menos juros pelo seu empréstimo, o que, por sua vez, significa que poupa mensalmente na sua prestação ao banco;
  • Produtos associados ao crédito – os seguros (de vida, multirriscos, etc), cartões de crédito ou contas-poupança são alguns dos produtos que podem encarecer o seu crédito habitação, tornando vantajosa a transferência do seu crédito habitação;
  • Necessidade de ter equilibrar o seu orçamento mensal – o peso elevado da sua prestação mensal é um dos principais motivos pelos quais compensa transferir o crédito habitação;
  • Combate ao sobre-endividamento – neste caso, a transferência de crédito de habitação pode ser uma solução, visto que pode obter melhores condições. No entanto, pode ainda considerar agregar todos os seus créditos num só de forma a obter uma prestação mais baixa.

Leia ainda: É possível fazer um crédito habitação com 100% financiamento?

Conclusão

Por fim, a resposta à pergunta “Compensa transferir o crédito habitação?” não é nem tão linear nem tão simples quanto parece. Depende de inúmeros fatores e irá depender de caso para caso, pelo que, não deve tomar decisões precipitadas sem se informar devidamente primeiro. Lembre-se apenas de que o mais importante a fazer é não comprometer o seu orçamento familiar.